sábado, 14 de junho de 2008

MEUS FILHOS, MINHA VIDA!!!

PERDOEM A MINHA AUSENCIA!

Filhos, um dia, o destino obrigou a vida
a nos separar.
Foi o dia mais triste da minha existência. Ninguém, a não ser Deus, sabe o que senti, naquele dia de abril de 1990!
Deixei para atrás, os meus pequenos, sem saber o que me esperava sem a razão da minha vida e minha força de viver.
Esse dia, vai ficar para sempre em meu coração, como uma ferida aberta,
que nunca vai cicatrizar. De vez em quando, abre e doí.
Doí tanto, que não existe medicamento que seja capaz de curá-la.
Não existe remédio que faça passar essa dor.
A dor de partir para um mundo desconhecido e deixar para tras,
além de tanto sofrimento, tanta dor, deixar para tras a única razão da minha vida:
os meus flihos! Separados por um oceâno…
Não existem palavras para descrever tanto sofrimento…
Me perdoem pela ausência! Amo demais vocês; Caroline, Juliana e Cláudio!
Esse é um forte motivo que sempre me faz chorar…

sexta-feira, 13 de junho de 2008





Porque parti…
Estive preso em plena liberdade
Trancada nas grades da solidão e
vagando pelas longas estradas da saudade.

Quando eu parti, meus sonhos ficaram para trás;
nas matas, nos bosques, nas ruas da minha cidade.
Nas águas das cachoeiras, no sorriso dos meus filhos,
no beijo da minha neta, no abraço dos meus amigos…
Nos vôos dos pássaros, na beleza das flores,
na cor do mar, na solidão do meu quarto…
no corpo do meu amor, no gosto de sua boca,
en sua voz, meiga e doce,

no silêncio de suas palavras, e na dor ao lhe dizer Adeus.
Vaguei pelas noites infinitas, pelos mares cinzentos, pelas noites sem luar…
Fiquei como uma estrela apagada, um pássaro sem asas, um peixe longe da água!
Fiquei perdida em um país que não é o meu, em um povo que não fala a minha língua,
Em um sol que não me aquece, em uma eterna esperança
de ver o dia amanhecer e te ver ao meu lado.
Estava presa nas grades da solidão, sentindo minha alma oprimida,
por estar tão distante de você…
Senti frio, tive medo, não pude dormir…
Então, no alge do meu desespero, resolvi te encontrar.
Te procurei na letra de uma música, no cheiro da madrugada,
no sorriso das crianças, nas palavras de amor em cada poesia,
nos dias ensolarados, nas noites frias de luar e na certeza de
que em breve eu vou voltar.
Não pude suportar minha dor, então, deixei minhas
lágrimas lavarem o meu rosto e aliviar minha alma de tanta tristeza.
Quero te ver…

como conheceu o meu blogger?

saudades..

saudades..
saudades dos meus filhos...

ESTA É A MINHA TERRA!!!!I INCOMPARÁVEL!!!!!!!!!!!

Loading...

BlogBlogs - Buttons

BlogBlogs
Loading...

ASSIM COMO O RIO CORRE PARA O MAR, O NOSSO AMOR FLUI EM NOSSOS CORAÇOES!

ASSIM COMO O RIO CORRE PARA O MAR, O NOSSO AMOR FLUI EM NOSSOS CORAÇOES!
fotos

Quem sou eu

Minha foto
APAIXONADA POR DEUS, POR DAVID E PELA VIDA, ISSO INCLUINDO , OS MEUS FILHOS, NETOS,MINHA AFILHADA MAIS QUE LINDA,FAMÍLIA E AMIGOS.

minhas fotos preferidas

minhas fotos preferidas
minha galeria

Arquivo do blog